UM ORÇAMENTO PÚBLICO CAPAZ DE PROTEGER A POPULAÇÃO NA CRISE

Nos últimos anos, milhões de pessoas vem sendo afetadas pela maior crise econômica que o Brasil já enfrentou em toda a sua história. Desemprego, fome e os cortes nas políticas públicas tem levado o país a um retrocesso, fazendo com que setores importantes da população voltassem à miséria e à fome.

Medidas aprovadas pelo Congresso Nacional agravaram esse cenário. Uma delas é a Emenda Constitucional 95 (EC95/16). Conhecida como Teto de Gastos, ela diminuiu o dinheiro para a saúde, educação e outras políticas sociais por 20 anos, tornando inviável a garantia de vários direitos e penalizando ainda mais crianças, adolescentes, jovens, mulheres e idosos.

Em 2020, quando a Covid-19 chegou ao Brasil, encontrou um sistema de saúde enfraquecido e sobrecarregado. Os cortes de investimento impostos pelo Teto de Gastos reduziram as políticas sociais de proteção da população mais vulnerável, deixando o Brasil com baixa imunidade para enfrentar a pandemia do coronavírus. Por isso, precisamos com urgência aprovar um orçamento capaz de proteger a população na crise.

O Congresso está discutindo o orçamento esse mês. Então agora é momento de agirmos! Conheça nossas propostas e junte-se a nós nessa mobilização por uma economia a favor da vida e da proteção da população.

#PisoEmergencialnoOrçamento #NÃOàPECdoPactoFederativo #AcabaTetodeGastos

Notícias

Em carta, Malala pede ao STF suspensão do Teto de Gastos

A Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, destaca que o Teto de Gastos dificulta a capacidade do país de enfrentar a pandemia de COVID-19 e chama a atenção para a importância da retomada da implementação do Plano Nacional de Educação (PNE).

NA MÍDIA